10 de março de 2008

Fila de adoção em SP tem 6.900 casais e nenhuma criança

No estado de São Paulo existem hoje aproximadamente 6.900 famílias cadastradas nas Varas de Infância e Juventude à espera de adoção, mas não há nenhuma criança disponível no perfil que procuram. Na quarta-feira, um casal foi preso em flagrante ao tentar uma adoção irregular em Taubaté , no Vale do Paraíba.

– Ainda falta a compreensão de que não existem crianças disponíveis com o perfil que a maioria dos candidatos procura, que são recém-nascidos, de pele branca, olhos claros e com menos de 3 anos de idade – diz o juiz Reinaldo Cintra, secretário da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) de São Paulo.

Para o magistrado, infelizmente, os candidatos à adoção ainda pensam primeiro em satisfazer seus desejos para depois pensar na criança.

Segundo o juiz, a Vara da Infância e Juventude conta com uma equipe técnica especializada para atender mães que querem cuidar de seus filhos.

– Essas mães deixam de procurar o Fórum porque pensam que serão repreendidas ou criticadas. Mas não é isso o que acontece. A ajuda da equipe técnica, muitas vezes, pode até fazer com que a mãe perceba que seu problema não é assim tão difícil e decida criar o seu filho – explica.

Outro motivo importante para procurar o Fórum, segundo o magistrado, é que a mãe terá certeza de que a pessoa que adotará seu filho está preparada para a maternidade.

– Vamos supor que a criança nasça com alguma deficiência, ou a mãe biológica tenha omitido da adotiva que a cor da pele do pai não é a mesma da dela. E aí , ao perceber que o bebê não atende às suas expectativas, ela desiste da adoção. Onde ficará essa criança? – alerta.

Fonte: IBDFAM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *