10 de março de 2008

Mercado Imobiliário de Porto Alegre

A taxa de velocidade de vendas (relação das vendas sobre as ofertas) de imóveis novos no mercado imobiliário de Porto Alegre foi de 9,43% em janeiro último, resultado bastante superior ao registrado em igual mês do ano anterior (janeiro/2007), quando a taxa atingiu a 4,96%, conforme resultados da Pesquisa do Mercado Imobiliário de Porto Alegre realizada mensalmente pelo Sinduscon-RS. Em relação ao mês imediatamente anterior (dezembro/2007), o resultado é inferior, uma vez que nesse último período a taxa foi de 17,48%.

A taxa média 12 meses de velocidade de vendas em janeiro de 2008 atingiu a 12,41%, significativamente superior ao resultado observado nos 12 meses fechados em janeiro de 2007, quando esta taxa era de 6,70%. O período mais abrangente livra o resultado de influências sazonais, possibilitando assim, maior consistência para fins da construção de análises de tendência. Ressalte-se ainda, que a atual performance dessa taxa 12 meses (12,41%) já é consideravelmente superior à taxa média histórica recente de velocidade vendas.

Lançamentos

O número de novas unidades lançadas no mercado acumulou crescimento de 120,28% na comparação do acumulado nos últimos doze meses fechados em janeiro de 2008 ante os doze meses fechados em janeiro de 2007, mantendo-se assim, uma base uniforme de comparação. Em termos absolutos, observa-se a existência de um pequeno descompasso entre o ritmo de lançamentos de novas unidades no referido período e o ritmo de vendas, uma vez que o número de lançamentos foi 0,83% superior à absorção das unidades.

Perfil dos Negócios

Os negócios envolvendo apartamentos de três dormitórios puxaram as vendas em janeiro, representando 42,63% do volume total de negócios realizados, seguidos dos aptos. dois dormitórios com 28,85%.

Em termos da distribuição das vendas por faixa de valor em janeiro de 2008, observa-se uma maior concentração do volume de negócios realizados envolvendo imóveis na faixa de valor entre + de R$ 124 mil até R$ 163 mil, que representaram 26,32% do total comercializado, seguidos dos imóveis na faixa de valor entre R$ 163 mil até R$ 211 mil com 14,04%, e imóveis na faixa de valor até R$ 86 mil, com 10,53% do imóveis comercializados no mês.

Quanto ao espectro da distribuição geográfica dos negócios realizados, observa-se uma significativa concentração, uma vez que, cinco bairros somente, concentraram 52,24% do volume de imóveis comercializados no ano. São eles: Humaita, com 14,42% dos negócios realizados, seguido de Chácara da Pedras (11,54%), Passo d’Areia (8,97%), Praia de Belas (6,41%), Partenon (5,77%), e São Geraldo (5,13%).

Fonte: Sinduscon-RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *